Policial aposentado surta ao perder imóvel leiloado, atira em compradora e é...

Policial aposentado surta ao perder imóvel leiloado, atira em compradora e é morto

COMPARTILHAR
Vítima perdeu imóveis em leilão. (Foto; Vanessa Matsumoto/JR)

O Investigador aposentado da Polícia Civil do Estado de São Paulo, Univaldo Buzati, de 72 anos, casado, há vários anos lotado e residente em Dracena onde foi vereador, morreu na manhã desta terça-feira (6) em confronto com policiais militares durante o cumprimento de mandado judicial para que desocupasse sua casa. O imóvel havia sido vendido em leilão.

Conta que o investigador, por questões trabalhistas nas quais se envolveu há alguns anos, deveria deixar os imóveis que ocupava na Rua São Paulo, em Dracena, pois foram arrematados em hasta pública.
Na manhã de hoje, compareceram aos endereços dos imóveis, a arrematante acompanhada de oficial de Justiça e dois policiais militares para o cumprimento de ordem judicial.

O aposentado Univaldo Buzati, dirigiu-se ao local onde estava a nova proprietária dos imóveis, tentou ponderar com ela e o oficial de justiça pedindo mais tempo para desocupar o local, sendo informado que isso não seria possível. De imediato ele sacou uma arma e atirou atingindo um dos olhos da arrematante, tendo a vítima conseguido se abrigar de mais disparos.

Os policiais militares que acompanhavam o caso procuraram repelir a inesperada agressão e um deles disparou dois tiros contra o policial civil aposentado, atingindo-o na região das coxas. Socorrido, o policial morreu pouco tempo depois por conta de hemorragia.

A Polícia Civil compareceu ao local, registrando o caso como “Morte por intervenção policial, homicídio doloso consumado, legítima defesa, homicídio doloso tentado”. A mulher atingida a princípio não corre risco de morte. Inquérito irá apurar as circunstâncias do episódio.