Polícias do Paraguai e Brasil em alerta máximo sobre ataques terroristas

Polícias do Paraguai e Brasil em alerta máximo sobre ataques terroristas

COMPARTILHAR
A primeira aeronave roubada no dia.

As Polícias Nacional do Paraguai e Federal do Brasil estão em alerta máximo diante de um provável ataque ou resgate de prisioneiros por integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC), que na madrugada de domingo roubaram dois aviões, quase que de forma simultânea. Em território brasileiro, 11 indivíduos que seriam membros da facção criminosa invadiram uma propriedade com a intenção de roubar dois aviões, mas só conseguiram levar um. Enquanto estavam em Loma Plata, no Chaco Paraguaio, desconhecidos pegaram outra aeronave.

Até agora, o destino dos aviões é desconhecido, mas os investigadores suspeitam que o preparo de um grande ataque está em andamento. Na madrugada de ontem, domingo, policiais militares do 14º Batalhão da Polícia Militar de Foz do Iguaçu foram alertados sobre um ataque terrorista na fazenda “Hércules”, localizada no bairro de Porto Belo daquela cidade.

Segundo os dados, 11 pessoas fortemente armadas invadiram o local com dois veículos, renderam o vigia e obrigaram-no a encher o tanque de dois aviões. Quando terminou de reabastecer o primeiro avião, ele conseguiu fugir para uma área de mata.

Em seguida, parte do bando fugiu levando a aeronave Cessna 207 de matrícula PT-DKW. O segundo grupo da quadrilha que iria pegar o outro avião, fugiu em um veículo, mas como a estrada rural não tinha saída, abandonaram o veículo e fugiram pela mata.

Explosivo

Nas proximidades da pista, policiais encontraram um artefato explosivo que os supostos integrantes do PCC haviam deixado cair durante a decolagem. Antes da descoberta, o local estava isolado e o esquadrão do Paraná foi acionado para desativar o dispositivo.

Outro avião no Paraguai

A Diretoria de Polícia de Boquerón informou que ontem, por volta das 6h da manhã, um grupo armado invadiu uma propriedade rural e roubou um avião Cessna, 172, branco com listra vermelha, matrícula ZP-BBI, de propriedade de Giovanni René Harder Klassen.

O bando invadiu a Estância Aldea Reinfel, localizada na Linha 5, distante cerca de 15 quilômetros da área urbana de Loma neste departamento. A vítima relata que ontem, (17). Como já havíamos noticiado, por volta de 10h30, um vizinho perguntou-lhe se, às 6h, utilizava a sua pista de pouso, tendo respondido que não. O dono da pista e do hangar por volta de 11h, quando descobriu que seu avião havia sido furtado.

No local, foi constatado que os ladrões estouraram a fechadura do acesso principal ao hangar, presumivelmente com arma de fogo, já que seis espingardas calibre 12 foram encontradas no local. Os bandidos encheram o tanque da aeronave com seis tambores de combustível totalizando 120 litros.

Alerta

Tanto os policiais paraguaios como brasileiros estão em alerta máximo, pois não sabem qual é a intenção dos criminosos com esses roubos simultâneos de aviões. No entanto, eles suspeitam que o grupo criminoso PCC estaria tentando realizar um ataque terrorista ou um mega resgate de presos. Diante dessa possibilidade, policiais dos dois países estão em alerta, principalmente nas fronteiras.