Por conta própria e doações, sargento PM faz desinfecção de viaturas e...

Por conta própria e doações, sargento PM faz desinfecção de viaturas e unidades policiais

COMPARTILHAR
Forma de policiais trabalharem e voltar para casa sem risco para a família.

Sargento da Polícia Militar decidiu aplicar seu conhecimento em Defesa Química e Biológica adquirido quando no Exército Brasileiro, para ajudar colegas policiais a se prevenirem e ao ambiente de trabalho contra infestação com o covid-19. Com equipamentos e recursos próprios mais doações, o segundo sargento PM Carlos, integrante do 10º BPM está realizando assepsia em viaturas e unidades policiais de Campo Grande.

Delegacias com carceragem, ambiente de risco.

O policial militar afirma que uma de suas metas, é conseguir fazer a prevenção e assepsia nos presídios de Campo Grande. Carlos que passou quase 10 anos no Exército onde fez vários cursos, os quais deu continuidade já na Polícia Militar, afirma que diante do atual momento com a pandemia do coronavírus, percebeu que colegas além de estarem correndo risco, o risco também é de ao final do expediente levarem o coronavírus para casa, infectando a família em quarentena.

Viaturas da Polícia Civil na desinfecção.

Foi quando resolveu comprar a máquina pulverizadora que segundo explica é nova, pois usada haveria risco de contaminação de ambiente e pessoas. Em seguida adquiriu o que foi possível em produtos como hipoclorito de sódio, sabonete líquido de desinfecção e detergente líquido de assepsia entre outros.

Com equipamento e produtos em sua caminhonete, usando todos os equipamentos de proteção exigidos para esse tipo de trabalho, Carlos passou percorrer unidades das Polícias Militar e Civil. Nesses locais ele faz a desinfecção de viaturas, moveis e ambiente. Nos últimos dois dias por exemplo, ele fez o trabalho na 4ª Delegacia (Moreninhas) onde estão alojados muitos presos em proximidade permanente com policiais.

Fez ainda o mesmo trabalho em unidade e viaturas da Guarda Civil Metropolitana e tem como meta de momento, fazer o trabalho em todas unidades e viaturas das policias até o final da semana.

Carros e unidades da GCM receberam desinfeção.

Doações

O sargento Carlos destaca a importância das doações de produtos para que não precise desacelerar ou até interromper o trabalho. Ele explica que diante das limitações de comércio fechado e toque de recolher, além de quantidade de produtos, é importante a doação por parte de empresas ou pessoas compra. Ele coloca o telefone 9 8134-3653 assim como a conta corrente do Banco do Brasil nº 111888-9 Agência 6993-0 à disposição de quem queira ajudar no que ele define como salvar vida.

Emocionado ao falar sobre os malefícios do Covid-19, o sargento Carlos, ou 03 Carlão, como é chamado por amigos diz “Esperamos que outros PMs possam também ter a segurança de trabalhar em um lugar sem vírus Covid-19 e principalmente no final de seu turno de trabalho não levar contaminação para a família que está de quarentena”. Finaliza.

Equipamentos de uso comum também oferecem risco.