Povo começa reagir e “tarado de ônibus” é apanhado e manietado até...

Povo começa reagir e “tarado de ônibus” é apanhado e manietado até a chegada da polícia.

COMPARTILHAR
Polícia investiga se não é autor de outros casos. Foto: Direto das ruas)

A população começa reagir contra os tarados que há tempos agem no transporte coletivo em Campo Grande atacando mulheres jovens ou não e inclusive meninas. Na manhã desta quarta-feira (29), um desses indivíduos foi surpreendido pela reação popular e ao ser descoberto, na tentativa de fugir ameaçou pessoas, tentou agredir motorista, mas foi contido, retido e como representava risco para as pessoas, manietado pelo povo até a chegada da polícia.

Embarcado no ônibus da linha 061, o sujeito de 24 anos que ainda não teve a identidade revelada, assim que a vítima, estudante universitária, passou a roleta, se aproximou e sem nenhuma cerimônia botou o pênis para fora passando esfregar na passageira.

A taradice foi percebida quando a vítima começou chorar, as pessoas notaram o crime e gritaram, instante em que o sujeito pulou a roleta de volta tentando fugir pela frente da frente do ônibus. Como a porta não foi aberta, ele agrediu o motorista e tentou fugir pela janela mas foi contido por populares, levado para fora do ônibus e amarrado enquanto a Polícia Militar era chamada.

Apesar de resistir durante todo o tempo, diante da Polícia Militar o sujeito não demonstrou nenhuma reação. Algemado, foi levado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher – DEAM, onde deve ser autuado por importunação sexual. Apesar da gravidade, o crime é tratado com pena branda variando de apenas 1 a 5 anos de prisão.

Outros casos

A Polícia Civil deve confrontar imagens de segurança dos coletivos e outras publicadas recentemente na internet, para definir se o indivíduo preso hoje não é o mesmo filmado recentemente em diferentes ataques. Caso isso seja confirmado, ele deve ser indiciado em cada caso.