Prefeitura inicia emborrachamento da pista de atletismo do Ayrton Senna

Prefeitura inicia emborrachamento da pista de atletismo do Ayrton Senna

COMPARTILHAR

Os testes de aderência do material ao piso de concreto já começaram e, se o tempo ajudar, a partir da próxima semana começa o trabalho de emborrachamento da pista de atletismo em construção no Parque Ayrton Senna.

Serão aplicados 6.300 metros de lona emborrachada, importada da Alemanha, distribuídas em 126 rolos de 50 metros, na pista de 400 metros, com oito raias. A previsão é que o trabalho seja concluído em 40 dias.

O serviço será supervisionado pelo baiano Geraldo Vitorino de Melo, que há 12 anos percorre o Brasil executando este trabalho. Ele garante que a lona a ser usado na pista do Ayrton Senna é o que há de melhor entre os materiais para revestimento de pista.

Equipes da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos concluíram a terraplanagem do campo em torno da pista (que será gramado). O campo será usado para as competições de salto com vara; salto a distância e lançamento de dardo. Também está em andamento a construção do prédio que abrigará os vestiários, banheiro e alojamento, com 200 metros quadrados de área construída.

Obra foi iniciada após cinco anos de entraves.

O prefeito Marquinhos Trad teve que fazer gestões em Brasília ao longo de quase dois anos para resgatar os recursos alocados junto ao Ministério dos Esportes. O projeto sofreu algumas readequações para inclusão de gradil para cercar a pista e uma arquibancada de 400 metros quadrados com capacidade para 400 pessoas.

Está programada ainda a instalação de uma iluminação especifica para a pista em seis torres. Serão investidos aproximadamente R$ 8,5 milhões, computando recursos federais (R$ 6,909 milhões) e R$ 1,685 milhão da Prefeitura, incluindo os R$ 920 mil de um financiamento em fase de contratação na Caixa Econômica (o Finisa).

Com Assessoria PMCG