Prefeitura licita reforma de terminais e pontos de integração com R$ 3,1...

Prefeitura licita reforma de terminais e pontos de integração com R$ 3,1 milhões

COMPARTILHAR
Foto: Diogo Gonçalves

A prefeitura DE Campo Grande publicou na edição de hoje (18) de seu Diário Oficial, (Diogrande), edital de licitação da reforma de quatro terminais de ônibus e dois terminais de integração. O investimento inicial previsto é de R$ 3.117.259.73, em dois lotes de obras. O lote 1, no valor de R$ 2.242.090,42, abrangerá intervenções nos terminais Aero Rancho, General Osório e Nova Bahia e outro de R$ 804.969,81, é referente às adequações nos pontos de integração Hércules Maymone, Moreninha e Terminal Morenão.

As empresas interessadas em participar da concorrência terão até o dia 13 de dezembro para apresentar as propostas.

O projeto, que contemplará também os terminais Bandeirantes, Guaicurus e Júlio de Castilho objeto de outra licitação (em fase de homologação), inclui a reforma dos banheiros, instalação de bebedouros, revisão das instalações elétricas, hidráulicas, plano de segurança contra incêndio e pânico, cobertura e reforço do piso rígido do pátio.

Também está prevista a pintura geral, troca dos bancos, sala para descanso dos funcionários e área para estacionamento de bicicletas com 44 vagas. Serão construídas guaritas para os guardas municipais ou seguranças e grades móveis para o fechamento dos terminais durante a madrugada, quando não há circulação de ônibus, para evitar a ação de vândalos.  Serão feitas adequações para acessibilidade, piso tátil, banheiros e bebedouros adaptados.

Neste novo lote de reformas, o maior investimento será feito no Terminal General Osório, R$ 804.969,81, seguindo-se o Aero Rancho R$ 790.099,27 e Nova Bahia em R$ 537.511,34. No ponto de integração Hércules Maymone serão aplicados R$ 412.796,42, já no ponto de integração da Moreninha, R$ 355.950,67.  No Terminal Morenão, que será ampliado com recursos do Projeto de Mobilidade Urbana, estão programados reparos, orçados em R$ 63.277,11.

Segundo a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) esta é a primeira vez, em 25 anos, que os terminais passarão por uma ampla reforma.