Prejuízo aos proprietários de aviões roubados pode chegar a R$ 2 milhões

Prejuízo aos proprietários de aviões roubados pode chegar a R$ 2 milhões

COMPARTILHAR
A pista fica próxima a vários bairros e na madrugada moradores acordaram com barulhos dos aviões.

O prejuízo estimado aos proprietários das aeronaves roubadas esta madrugada em Aquidauana, varia entre R$ 1,8 a R$ 2 milhões levando em conta o valor aproximado de uma pela outra em média de R$ 600 mil. Os primeiros levantamentos realizados por policiais da 1ª Delegacia de Aquidauana chefiados pelo delegado Jackson Frederico Vale, indicam que o bando chegou aa pé nos hangares depois de estourar cercas. Não havendo marcas de veículos no local.

Após render e imobilizar o vigia do local e seu filho, os assaltantes empurraram as aeronaves para as bombas de combustível e em seguida todos embarcaram e os aviões decolaram em plena madrugada um seguido do outro. A suspeita é que tenham aproado rumo ao Paraguai ou Bolívia, sendo o território boliviano o destino mais provável por se tratar de ponto de partida de grandes remessas de cocaína para o Brasil ou Paraguai.

Para qualquer um dos destinos, a viagem é estimada em uma hora de voo, podendo o Bonanza gastar tempo menor por se tratar de aeronave mais rápida, embora os aviões estejam com lotação máxima de pessoas, pois cerca de 18 teriam participado do assalto.

Radares

A questão da Defesa Aérea aparentemente não ter detectado o voo clandestino e interceptado as três aeronaves, está sendo questionado pelas pessoas que lembram as recentes inaugurações desse sistema nas fronteiras com a Bolívia e Paraguai através de Corumbá e Ponta Porã, anunciados como barreira permanente contra o crime e criminosos no espaço aéreo do Brasil.