Preocupado com impacto de obras na Bandeirantes, presidente da FAEMS oferece apoio...

Preocupado com impacto de obras na Bandeirantes, presidente da FAEMS oferece apoio a comerciantes

COMPARTILHAR
Alfredo Zamlutti Júnior, presidente da FAEMS. (Divulgação)

Na última semana tiveram início as obras de revitalização da avenida Bandeirantes, em Campo Grande. O empreendimento, orçado em mais de R$ 8 milhões, deve atingir os quase 4 km da via e tem previsão de término em 12 meses.

Para a FAEMS (Federação das Associações Empresariais de MS), a obra é importante, mas extremamente preocupante, já que a revitalização da área central de Campo Grande impactou diretamente no comércio da Capital, resultando no fechamento de lojas e redução de vagas de emprego, como destaca o presidente da entidade, Alfredo Zamlutti Júnior.

“Nossa maior preocupação é com o comércio local. Mesmo que, segundo a prefeitura diga que não haverá interdição total das pistas, sabemos que a alteração no tráfego implica em redução no movimento do comércio e não queremos que ocorra como na região central, onde dezenas de lojas fecharam e mais de 7.500 pessoas ficaram desempregadas”, avalia Zamlutti Júnior.

Visando orientar e proporcionar suporte aos empresários da Avenida Bandeirantes ou de qualquer outro ponto da cidade onde haja obra de revitalização, a FAEMS e o Sebrae/MS se colocam à disposição dos comerciantes neste momento.

“Quem tiver dúvidas sobre como gerir o comércio neste momento, alternativas para atrair e manter o público e não sentir os impactos da obra de maneira tão efetiva pode nos procurar. A FAEMS e o Sebrae/MS estão a inteira disposição para comerciantes e empresários independente do porte. Nosso objetivo é manter o comércio forte e a economia ativa”, pontua o presidente da Federação.

Empresários em busca de orientação pode entrar em contato com a FAEMS pelo (67) 3325-1614. A Federação está localizada na rua Piratininga, 399, Jardim Dos Estados, em Campo Grande.

Com UNA Comunicação