Presidente e diretor do Sindicato dos Correios em MT são presos

Presidente e diretor do Sindicato dos Correios em MT são presos

COMPARTILHAR

Presidente e diretor do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios (Sintect-MT) foram presos, na noite de domingo (2), após denúncias de perturbação de sossego e desobediência. Além deles, outras quatro pessoas foram apanhadas.

De acordo cm a Polícia Militar, a confusão ocorreu quando uma confraternização da categoria passou a incomodar vizinhos, que até tentaram conversar, pedindo para que o volume do som fosse diminuído, mas sem sucesso.  A PM foi acionada ao menos três vezes através do 190. Nas duas primeiras abordagens, conseguiram fazer com que o grupo diminuísse o volume do som, mas quando viravam às costas, eles aumentavam novamente. 

Vizinhos que pediam por silêncio relataram que sofreram represália do grupo, que além do som alto, passaram a gritar e falar mais alto que o som. Nem mesmo com o apelo de uma casa de apoio, que fica em frente ao sindicato, o pedido foi atendido. Um vídeo foi gravado e mostrado aos policiais, para evidenciar as denúncias. No grupo estavam Edmar dos Santos Leite, presidente do sindicato e também Everaldo Nunes de Souza, diretor do sindicato.

Na terceira e última abordagem da PM, os homens não abriram a porta do sindicato e ainda foram desafiados pelos sindicalistas, dizendo que eles só iriam entrar caso pulassem a grade. Assim foi feito, cinco policiais pularam as grades e deram voz de prisão. No entanto, houve resistência e, conforme a PM, os sindicalistas foram para cima dos policiais.  

Foi preciso o uso de spray de pimenta e um disparo de arma de fogo para conter os ânimos. O grupo foi levado para a Central de Flagrantes, onde o caso foi registrado.