Preso é executado por colega em presídio de Pedro Juan Caballero

Preso é executado por colega em presídio de Pedro Juan Caballero

COMPARTILHAR
Clima é de alerta no presídio.

Desentendimento entre internos da Penitenciária de Pedro Juan Caballero, Paraguai nesse domingo (29), deixou um morto a facadas e outro ferido com queimaduras. Condenado por roubo, Juan Manuel González, foi assassinado com 14 facadas supostamente desferidas pelo também preso, Ángel David Ramírez Ruiz.

De acordo com a polícia, o crime aconteceu por volta de 20h30, durante um apagão na cidade após temporal que atingiu a região. Carcereiros notaram a movimentação na cela, mas quando chegaram na cela o interno já estava morto.

Pouco antes do homicídio, o interno Arsênio Eduardo Torres, de 26 anos, sofreu queimaduras em grande parte do corpo e foi encaminhado para o Hospital Regional de Pedro Juan Caballero. Conforme o apurado pela
Polícia Nacional, Arsênio teria iniciado o incêndio, queimando sua própria roupa após discutir com colegas de cela.