Preso é torturado e amarrado morto em grade da Máxima

Preso é torturado e amarrado morto em grade da Máxima

COMPARTILHAR
Execuções por espancamento são frequentes na Máxima

O interno do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, Luís Fernando Dutra da Silva, de 24 anos, foi encontrado morto nesta sexta-feira (30), no pátio do pavilhão III da Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande. O homicídio não está disposto no sistema SIGO e a AGEPEN não fala sobre o caso.

Consta que Luís Fernando foi torturado, aparentemente por várias pessoas e asfixiado por enforcamento com corda artesanal até a morte. Consumado o crime, os autores, outros presidiários, amarraram o corpo em uma grade externa.

O crime foi descoberto após término do banho de sol do Pavilhão I. A administração do Presídio acionou a Polícia Civil e Perícia, sendo o caso atendido por equipes da 3ª Delegacia. Luís Fernando havia sido transferido de Dourados no último dia 19 e cumpria pena por tráfico.