Preso pode ter morrido de meningite na UPA em Dourados

Preso pode ter morrido de meningite na UPA em Dourados

COMPARTILHAR
Jorge Luis estava em cela com mais 28 presos. (Arquivo)

Antônio Coca

Um interno da Penitenciária Estadual de Dourados – PED, morreu na tarde de ontem na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com suspeita de meningite. No mês passado uma pessoa morreu no município com a doença.

Jorge Luís Bezerra Brum de 19 anos foi preso recentemente por tráfico de drogas e depois de passar mal e ser levado para o Hospital da Vida acabou encaminhado para a UPA onde morreu.

Fontes ouvidas pelo MS em Foco confirmaram que a suspeita é verdadeira e que o caso foi repassado para a Vigilância Epidemiológica. O atestado de óbito será encaminhado para as autoridades de saúde e que feito a coleta de material que passará por analise para se confirmar ou não a morte por meningite.

Nesta manhã técnicos do Departamento de Vigilância Epidemiológica da secretaria de Saúde de Dourados estarão na PED para fazer uma fiscalização na cela onde Jorge Luís estava com outros 28 presos. Ontem à noite por questões de segurança a vistoria não pode ser feita.

De acordo com o enfermeiro Devanildo de Souza, gerente do Núcleo de Vigilância Epidemiológica de Dourados, existem várias hipóteses para a morte do preso e que ele já tinha um histórico de dor de cabeça causado por um acidente e que isso pode ter sido uma “porta” de entrada para um vírus ou bactéria e que a confirmação ou não da morte por meningite somente será definida com o resultado do exame laboratorial, mas que o preso apresentava todos os sintomas da doença, por isso as precauções das autoridades sanitárias e penitenciarias.