Preso segundo envolvido na morte de moto entregador em Rio Brilhante

Preso segundo envolvido na morte de moto entregador em Rio Brilhante

COMPARTILHAR
Na madrugada, Corolla da morte virou bola de fogo.

A Polícia Civil de Rio Brilhante prendeu nesta quarta-feira (23) o condutor do veículo HB 20 que estaria disputando racha com Corolla na noite de sábado (19), o que acabou provocando colisão frontal com moto e a morte do motociclista Samuel Pompilio Bernardino dos Santos (22).

De acordo com o delegado encarregado do caso, Alexandre Neves, Rony Rafael do Nascimento (33) foi preso ao se apresentar na delegacia de Polícia Civil acompanhado de advogado. Com prisão preventiva decretada, o mandado foi cumprido, mas Rony se valeu do direito de ficar em silencio durante interrogatório.

O motorista do Corolla, Flaviano Macena de Oliveira, já estava preso desde o dia do acidente ao ser constatado que dirigia bêbado conforme teste de alcoolemia. Flaviano invadiu a pista contaria e atingiu a moto de frente e só parou cerca de 100 metros adiante após derrubar um poste de iluminação pública e uma arvore. De acordo com o delegado, os dois presos estão autuados por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de produzir a morte, além da disputa de velocidade, conhecido como racha.

Flaviano teria confirmado em depoimento, que disputava velocidade com o motorista do HB 20 e ainda alegou que a moto estaria com farol apagado por isso não viu sua aproximação. A versão foi desmentida durante a investigação da Polícia Civil.