Presos acusados de enviar cocaína em containers para a Europa

Presos acusados de enviar cocaína em containers para a Europa

COMPARTILHAR
mais um chefão apanhado pela SENAD.

Agentes da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (SENAD) e do Ministério Público daquele país, realizaram neste sábado (9), A Operação Belia, que teve como alvo principal membros da família Servín. Eles são apontados como os responsáveis de vários carregamentos de cocaína para a Europa em containers levados por navios que saiam de portos da Grande Assunção.

As intervenções aconteceram na Capital do Paraguai onde foi preso em uma casa luxuousa na região de Villa Morra, Miguel Ángel Servín, apontado como o lider do esquema e ligado a uma facção criminosa brasileira. Já em uma das ruas do centro de Pedro Juan Caballero foram presas a esposa de Miguél, Liz Katherine Lailla Villalba de 45 anos e a filha do casal Marol Lizet Servín Lailla de 21 anos.

As atividades dos Servín vinham sendo monitoradas desde 2010 pelo Serviço de Inteligência da SENAD e no ano passado a participação de Miguel Ángel no envio de grandes cargas de cocaíona para a Europa e outros continentes foi confirmada com a apreensão de um carregamento que seguia para Israel feita pela Polícia Nacional. A apreensão de enormes quantidades de cocaína acabou causando um prejuízo gigantesco para a organização operada por ele.

Em 30 de agosto deste ano um irmão de Miguel, Denis Osvaldo Servin Palacios de 42 anos, o Denis Pimentinha foi morto com mais de 30 tiros de fuzil quando deixava uma festa rave em Ponta Porã. Ele foi abordado quando entrava na caminhonete dele uma Toyota Fortuner e fuzilado.

As investigações apontam que Miguel tinha uma loja de celulares em Pedro Juan Caballero e aos poucos foi “investindo” no narcotráfico até formar sua própria organização e operava de forma independente de outros grupos que agiam e agem na fronteira. Conhecido como Miguel Celular, ele gerenciava e financiava todas as operações e optou por mandar as cargas de droga em embarcações com a cocaína escondida em conteiners quase sempre em meio a cargas de carvão.

Nos dias 19 e 20 de outubro do ano passado 2.331 quilos de cocaína foram apreendidos no Porto da cidade de Villeta e que seriam enviados para Israel. Já no dia 21 no mesmo porto na Grande Assunção, foram encontrados outros 575 quilos de cocaína e, Bags de carvão que tinham como destino Portugal.

Segundo a SENAD, nas ações deste sábado também foram presos, o jogador de futebol Elvio Maria Vega Chaparro de 20 anos, o Koki, que era o responsável pela logística do grupo, Francis Marcelo Rojas Benítes de 41 anos. Outras prisões e apreensões foram efetuadas e estão sendo repassadas para o Centro de Operações em Assunção. Miguel foi encaminhado para uma sede da SENAD no começo da noite deste sábado.

Família presa neste sábado.