Presos da Operação Pregão devem ir para presídios

Presos da Operação Pregão devem ir para presídios

COMPARTILHAR
Vereadora Denise Portolann de Moura Martins (Divulgação)

Antônio Coca

Já estão no Primeiro Distrito Policial de Dourados os quatro presos na Operação Pregão desencadeada hoje pela Ministério Público Estadual. A Vereadora Denize Portolann de Moura Martins (PR), o empresário Messias José da Silva dono da empresa Douraser Prestadora de Serviço de Limpeza e Conservação, o secretário de Fazenda da prefeitura de Dourados João Fava Melo e o chefe de Licitações e Contratos da prefeitura de Dourados Anilton Garcia de Souza.

Eles foram levados para as celas da delegacia depois de prestarem depoimento na sede do Ministério Público em Dourados. A última a chegar foi a vereadora Denize que deverá ainda hoje ser transferida para o Presídio Feminino de Jatei. Ela e os outros envolvidos tiveram as prisões preventivas decretadas depois de serem acusados de fraudes em licitações.

Segundo uma fonte da Polícia Civil foram solicitadas as transferências do secretário João Fava. Do chefe da Licitação da prefeitura Anilton Garcia e do empresário Messias José da Silva para a Penitenciária Estadual de Dourados. Os três chegaram por volta do meio dia na Cadeia Pública de Dourados e foram levados direto para a carceragem.

A Operação Pregão cumpriu 4 mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão em Dourados e Campo Grande. O Ministério Público Estadual ainda não deu mais informações sobre as investigações.

Da delegacia, envolvidos foram levados para penitenciária