PRF apreende mais de sete toneladas de maconha no Capey

PRF apreende mais de sete toneladas de maconha no Capey

COMPARTILHAR
Carga pode ser a maior apreensão do ano no MS. (Fotos: Adalberto Domingos)

Antônio Coca

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu no começo da noite desta segunda-feira (24), um grande carregamento de maconha que estava sendo transportada em uma carreta com placas do Mercosul IFB1F91, lotada de milho a granel.

A carreta era dirigida por Ronaldo Alano Muraro de 48 anos e foi parada na BR-463 no Posto do Capey entre Ponta Porã e Dourados. Suspeitando da carga, os policiais descarregaram o milho no silo de uma fazenda da região onde os fardos da droga foram localizados.

De acordo com as primeiras informações a droga pertenceria a vários grupos, o chamado “consorcio” já que os fardos são diferenciados por cores e alguns deles estão identificados. Nesta modalidade de tráfico, vários traficantes se associam para transportar de uma vez só uma grande quantidade de entorpecente e quando a droga chega ao destino, cada participante fica com a sua parte.

Marcações e cores, indicam que carga pode pertencer a “consórcio” do tráfico.

Ao todo são 7 toneladas e 300 quilos da droga. Esta foi maior apreensão de uma só vez este ano no Brasil e seria levada para Imbituba no litoral catarinense. Ronaldo carregou a carga de milho em Aral Moreira, mas a polícia acredita que a maconha tenha sido embarcada em Ponta Porã ou Pedro Juan Caballero no Paraguai. O motorista foi levado para a Polícia Federal de Ponta Porã.

Carreta é uma das primeiras apreendidas já com placas do Mercosul.