PRF apreende quase 250 quilos de cocaína pura e vinhos em Mato...

PRF apreende quase 250 quilos de cocaína pura e vinhos em Mato Grosso

COMPARTILHAR

Em operação rotineira, equipe da Polícia Rodoviária Federal- PRF apreendeu na BR-364, município de Nobres, um carregamento de 241,9 quilos de cocaína distribuídos em 217 tabletes. Em outro ponto, policiais rodoviários federais apreenderam nesta quarta-feira (15), contrabando de centenas de garrafas de vinho.

Durante fiscalização a veículos e pessoas no Km 563 da BR 364, foi dada ordem de parada ao condutor de carreta Volvo/NH12380 4X2T, branca. Ao ser solicitado apresentar documentos do veículo e pessoais, o condutor se mostrou inquieto e confuso, e quando questionado sobre o que transportava o homem de 50 anos disse que a carreta estava vazia.

Os policiais vistoriaram o veículo e localizaram possível compartimento “mocó” e questionaram o indivíduo se estaria transportando drogas, o que ele confessou e indicou o esconderijo. Nele, estavam os tabletes de cocaína, sendo o motorista preso e encaminhado com a droga para a Polícia Federal em Cuiabá.

Vinho contrabandeado

Na manhã desta quarta-feira (15), uma equipe da PRF em Rondonópolis em fiscalização na BR-364 com foco no combate a crimes, abordou um ônibus que fazia a linha Foz do Iguaçu/PR a Rio Branco, no Acre. Verificando o compartimento de bagagem, localizaram diversas caixas de papelão, que conforme relato dos motoristas, foram despachadas na cidade de Realeza, no Paraná, com destino a Cuiabá.

Os motoristas apresentaram a nota fiscal de despacho, e ao verificar a mercadoria os policiais constataram que se tratava de vinhos importados ilegalmente para o Brasil, tendo em vista que os rótulos estavam em língua estrangeira, configurando dessa forma o crime de descaminho.

Além disso, no documento fiscal constava a quantidade de 400 unidades, no valor total de R$ 8 mil. Só que na conferência realizada pela equipe, constatou-se a quantidade de 713 garrafas, no valor aproximado de R$ 150 mil, de acordo com consultas realizadas em sites especializados da internet. A mercadoria foi apreendida e encaminhada para a Polícia Federal em Rondonópolis. O ônibus e motorista após as formalidades foram liberados.

Vinhos eram levados para Cuiabá.