PRF prende trio por organização criminosa e atentado contra serviço de utilidade...

PRF prende trio por organização criminosa e atentado contra serviço de utilidade pública

COMPARTILHAR
Cada um tinha seu carro para "vigiar" a PRF (Foto:Divulgação)

Três homens foram flagrados monitorando as ações da PRF para conseguirem passar pela fiscalização com cargas de cigarro contrabandeado. A descoberta ocorreu na segunda-feira (12), no km 141 da BR-262, em Água Clara, após a equipe de serviço avistar o veículo Fiat/Siena Essence, com placas de Belo Horizonte, Minas Gerais.

Os policiais fizeram acompanhamento e abordaram o veículo alguns quilômetros depois, constatando que o condutor era um homem de 26 anos. Ele ficou nervoso com a abordagem e então os policiais desconfiaram que ele estaria realizando o serviço de batedor e o encaminharam com o veículo para a Unidade Operacional da PRF.

Pouco tempo depois em um restaurante às margens da rodovia foi abordado um homem de 27 anos, e constatado que o mesmo estava observando a movimentação da fiscalização e repassando para terceiros, seu comparsas. Não demorou e a PRF localizou um indivíduo de 24 anos, que estava em um hotel próximo da BR-262, sendo ele encaminhado também para a Unidade Operacional da PRF.

Os dois condutores de 26 e 27 anos estavam vindo da cidade de Eldorado, e apenas o motorista de 24 anos vinha de Brasilândia. Com base em entrevistas individuais, foi comprovado que os três homens faziam serviço de batedores para que comparsas passassem carregados com cigarros e pretendiam utilizar Água Clara como rota para a prática do crime.

Foi dada voz de prisão aos três envolvidos pelos crimes de atentado contra o funcionamento de serviço de utilidade pública e organização criminosa, sendo encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Água Clara. Foram presos Kelvin Israel Carvalho Ávila, Leandro da Mota Dragnari e Brian Marães.