Procon Estadual e Sinpetro entram em acordo sobre aplicação de aumento nos...

Procon Estadual e Sinpetro entram em acordo sobre aplicação de aumento nos combustíveis

COMPARTILHAR

A possibilidade de serem aplicados, de imediato, os novos índices percentuais autorizados pela Agência Nacional de Petróleo para reajustes nos preços dos combustíveis está preocupando a população e, de modo especial, àqueles que dependem de veículos automotores para suas atividades profissionais.

No intuito de evitar impacto imediato, tendo em vista a possibilidade de existência de estoques adquiridos anteriormente à autorização dos reajustes, a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS intercedeu junto à diretoria Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes de Mato Grosso do Sul – Sinpetro/MS reivindicando que o aumento em questão só se aplique após o término do produto em estoque e consequente aquisição de novas remessas.

Durante a reunião entre o superintendente do Procon Estadual Marcelo Salomão e o diretor executivo do Sinpetro Edson Lazarotto, na sede do órgão de defesa do consumidor, ficou acertado que o consumidor só passará a pagar combustível com reajustes à medida que forem se esgotando os estoques nos postos, uma vez que o fornecedor também já estará adquirindo o produto com preços majorados.

Segundo informações liberadas pelo Sinpetro/MS, os preços praticados em Campo Grande hoje dependendo da “bandeira”, giram em torno de: Petrobras de R$ 4,99 até R$ 5,25; Ipiranga de R$ 4,98 até R$ 5,29 e na bandeira branca de R$ 4,98 até R$ 5,15.

O Procon Estadual vai estar atento às práticas dos fornecedores, visando evitar a imposição de preços abusivos em prejuízo dos consumidores. Nesse sentido, vale ressaltar que, por determinação do superintendente, já foram abertos 171 processos contra postos de combustíveis do Estado devido a abusos relacionados aos preços ao consumidor.

Vale lembrar que diante de suspeitas de irregularidades, os consumidores devem se dirigir ao Procon Estadual e formalizar denúncias para que possam ser tomadas as providências de acordo com cada caso. Para isso estão disponíveis os telefones 151, watsapp (67) 9 9158-0088 e o fale conosco que é parte do site procon.ms.gov.br.

Com Assessoria Procon/MS