Procon Estadual realiza pesquisa de produtos da cesta básica e encontra variação...

Procon Estadual realiza pesquisa de produtos da cesta básica e encontra variação de 311%

COMPARTILHAR

Mais uma vez ficou demonstrada a conveniência de se pesquisar preços a cada oportunidade de comprar gêneros alimentícios, notadamente os considerados de primeira necessidade, integrantes da cesta básica. Equipe do setor de pesquisas da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, realizou levantamento dos valores de aquisição desses produtos e, mais uma vez, constatou diferenças sensíveis nos preços praticados.

A maior diferença percentual entre os 158 itens pesquisados ficou com a goiabada Cascão Predilecta pesando 300g, encontrada por R$ 2,09 no Assai e por R$ 8,59 no Carrefour, ou seja, diferença de 311 %. Já, a menor diferença está no café Premiado (almofada 500g), produto vendido por R$ 6,49 no Pag Poko e por R$ 6,79 no Assai o que representa diferença de 4,6%.
Entretanto, deve se levar em consideração produtos com maior procura, por serem considerados de primeira necessidade, como é o caso do macarrão espagueti Renata com 500 g. Este produto é comercializado no Carrefour por R$ 2,99 enquanto no Comper o preço é R$ 8,49 com diferença percentual de 183,95.

Comparativo

Esse tipo de pesquisa é realizado quadrimestralmente. Assim, o Procon Estadual estabelece termos comparativos entre os dois levantamentos mais recentes. Nesse caso, foram considerados 114 itens, dos quais 78 obtiveram aumento enquanto os 36 restantes apresentaram preços menores. Conforme demonstra a planilha, a maior diferença para mais ficou com o extrato de tomate “Quero” que em janeiro custava R$ 1,56 passando a R$ 2,75, ou seja, 43,27% a mais.

Em se falando de redução de preços, destaque para macarrão espagueti Petybon com 500g que anteriormente custava R$ 3,87, agora R$ 3,21. Decréscimo de 20,56 por cento. Em se tratando da pesquisa de preços, o período de realização foi de 13 de maio a 20 de maio em 19 estabelecimentos, abrangendo 158 produtos com divulgação de 131 deles. Os restantes não foram encontrados em, pelo menos, três estabelecimentos. Já o comparativo ocorre levando em consideração a manutenção da mesma apresentação, ou seja, tamanho, composição, peso e medida, de um quadrimestre para outro.

Com Procon/MS