Procon Estadual recebe elevado número de reclamações, apesar da pandemia

Procon Estadual recebe elevado número de reclamações, apesar da pandemia

COMPARTILHAR

O desrespeito aos direitos do consumidor continua em alta e a quantidade de reclamações e denúncias junto à Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, aumentam a cada dia.

Para se ter ideia, somente nos primeiros 18 dias do ano em curso, mesmo com redução do número de atendimentos imposta pela pandemia, foram realizados 462 pedidos de providências por cidadãos que se sentiram prejudicados em relação a prestação de serviços, cobranças indevidas ou vendas casadas, tanto por empresas comerciais como por concessionárias de serviços públicos, transporte aéreo, organizações de ensino ou operadoras de telefonia.

No total foram 17 empresas denunciadas. Destas as com maior incidência de reclamações foram a Energisa M.S. – Distribuidora de Energia S.A. com 89 ocorrências, Claro S/A com 82, Águas Guariroba com 63 e Brasil Telecom Celular com 45. Além disso foram realizadas 54 orientações por meio do telefone 151.

Todo consumidor que se sentir prejudicado deve se encaminhar ao Procon Estadual e, para isso, dispõe de vários meios. Encontram-se a disposição os telefones 151 e (67) 3317-9800, o wattsapp (67) 9 9158 0888 e, como parte do site procon.ms.gov.br, os dispositivos Fale conosco e Faça aqui sua reclamação. O consumidor pode, também, procurar atendimento presencialmente. Vale ressaltar que esse tipo de ação está restrita a 20 consumidores pela manhã e 20 à tarde, em função da pandemia.

Com Assessoria Procon/MS