Procon/MS registra aumento de denúncias sobre consignados irregulares

Procon/MS registra aumento de denúncias sobre consignados irregulares

COMPARTILHAR
Abuso chega ser criminoso.

As ações abusivas de instituições financeiras em relação a empréstimos consignados têm sido elevadas durante o período de pandemia prejudicando, principalmente, cidadãos aposentados o que tem gerado denúncia dos consumidores junto à Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS.

Nesse sentido foram atendidas 169 pessoas no ano passado enquanto só nos primeiros cinco meses deste ano já ocorreram 78 registros além de pedidos de orientação de como proceder. Foram 22 os bancos reclamados no ano passado e, este ano, já somam 20 em relação aos quais o Procon Estadual encaminhou procedimentos no sentido de solucionar as demandas dos consumidores.

No ano passado as instituições mais reclamadas foram o C6 Consignados S.A com 31 ocorrências seguido do BMG com 21, Panamericano 19, Itaú com 15 e Bradesco e Banco do Brasil com 24 cada. Em relação a este ano, as instituições que mais cometem irregularidades se repetem, com alguma alternância. O campeão de reclamações continua sendo o C6 Consignados (14), Itaú (11), BMG e Bradesco (7), Banco do Brasil e Panamericano (5) cada.

Na opinião do superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão, os consumidores devem se manter alerta e continuar formalizando suas denúncias. “O atendimento presencial está suspenso temporariamente. Entretanto continuamos os nossos trabalhos de forma remota”, afirma. Para contatos podem se utilizados o “fale conosco” di site www.procon.ms.gov.br, o telefone 151 além do whatsapp (67) 9 9158 0888.

Com Assessoria