Professor Riverton reforça importância da vacinação prioritária para profissionais da Educação

Professor Riverton reforça importância da vacinação prioritária para profissionais da Educação

COMPARTILHAR
Professor Riverton na reunião com Secretário de Saúde.

Durante reunião com o secretário Municipal de Saúde, José Mauro Filho, na última sexta-feira (22) na Câmara Municipal de Campo Grande, o vereador Professor Riverton (DEM) reforçou a necessidade de inserir os profissionais da Educação na primeira etapa prioritária da vacinação contra a Covid-19, iniciada na Capital no último dia 19.

O secretário esteve na Casa de Leis para esclarecer aos vereadores sobre o Plano Municipal de Vacinação Contra a Covid-19 na cidade e recebeu 26.898 doses da Coronavac.

“Até o momento, mais de 1,4 mil pessoas receberam as primeiras doses da vacina, obedecendo ao cronograma de etapas de imunização determinadas pelo Ministério da Saúde. O público total prioritário é de 233.601 pessoas”, explicou José Mauro Filho.

De acordo com o cronograma, a primeira fase de vacinação é direcionada a trabalhadores da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições (asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena aldeada.

Já a segunda fase é destinada a pessoas de 60 a 74 anos. A terceira etapa engloba pessoas com comorbidades, que apresentam maior chance para agravamento da Covid-19 (renais e cardíacos) e por fim, a quarta etapa é destinada a professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade.

Diante do fato que os professores entram apenas na quarta etapa, o vereador Professor Riverton defendeu ao secretário de Saúde do município a necessidade de atenção a esta categoria, incluindo os demais profissionais da Educação Municipal.

“Entendemos que há um plano a ser seguido, mas a prioridade não só aos professores, mas aos demais profissionais da Educação é essencial. Disso, depende a retomada segura das aulas, além dos reflexos sociais. As crianças na escola recebem alimentação e estão longe das ruas. Já atravessamos um ano com impactos na área, devido a pandemia. Professores e trabalhadores da Educação imunizados asseguram a volta da rotina educacional regular com a segurança necessária”, pontuou o vereador.

Medidas pela Educação – Em busca de solução e suporte para a inclusão da classe educacional no grupo prioritário, Professor Riverton já protocolou documento junto ao deputado estadual Lucas de Lima (Solidariedade) solicitando apoio do parlamentar junto à Assembleia Legislativa do Estado. Nos próximos dias, o vereador irá protocolar o mesmo ofício junto às demais esferas.

“Essa luta é pela Educação e por toda a sociedade. Vamos buscar todos os recursos necessários para que os trabalhadores da área tenham a atenção necessária e integrem o grupo prioritário da vacinação. Reforço que não apenas os professores, como previsto no Plano de Vacinação, mas todos os profissionais do setor”, avalia o vereador.

Com UNA Comunicação