Professora é presa ao tentar entrar com celulares em cadeia

Professora é presa ao tentar entrar com celulares em cadeia

COMPARTILHAR
Celulares apanhadas com professora "pombo correio". Foto:Divulgação

Uma professora da Rede Estadual de Mato Grosso, com 32 anos e que não teve o nome divulgado, foi presa em flagrante na tarde de segunda-feira (12) ao tentar entrar com oito celulares na penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira, em Sinop, Mato Grosso. Conforme relato da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh-MT), os aparelhos deveriam ser entregues para presidiários da unidade.

Ela chegou ao local com uma bolsa escolar e outra sacola com alimentos. A professora se recusou a passar a sacola de alimentos pela ala de monitoramento. O fato chamou atenção do agente plantonista, que suspeitou do comportamento.

A equipe então revistou a sacola com alimentos, constatando a existência de aparelhos de telefonia celular dentro de uma caixa de leite. A professora disse aos agentes que recebeu os celulares de uma pessoa desconhecida, no centro de Sinop.

Contou ainda que após entregar os aparelhos receberia o valor de R$ 2 mil pelo serviço prestado. Ela não informou o nome do preso que receberia a encomenda e disse não saber também a identidade de quem entregou os celulares.

Segundo informações, a mulher já estava sendo monitorada pela equipe. Ela foi encaminhada para à Delegacia da Polícia Judiciária Civil onde foi autuada em flagrante por crime contra a administração pública, corrupção passiva e favorecimento real. Ficará à disposição da Justiça e deve passar por audiência de custódia.