Professora ensina alunos da Escola do Sesi de Três Lagoas a fazerem...

Professora ensina alunos da Escola do Sesi de Três Lagoas a fazerem brinquedo em aula online

COMPARTILHAR

Os alunos do 4º ano do Ensino Fundamental da Escola do Sesi de Três Lagoas aprenderam, durante aula online realizada em razão do avanço da pandemia mundial do novo coronavírus (Covid-19), a construir o brinquedo bilboquê com a utilização de materiais recicláveis. Sob a coordenação da professora Elisangela dos Santos Maia Ferreira, fizeram um bilboquê reaproveitando garrafas PET, tampinhas, restos de tecido e papéis.

Durante a aula online da disciplina de Arte, a professora Elisangela Ferreira, que já tinha solicitado a lista de materiais com antecedência, orientou que, para dar continuidade à atividade, seria necessária a presença de um adulto responsável para ajudar a recortar a garrafa PET e furar a tampinha para evitar que algum aluno pudesse se machucar.

Inicialmente, foi apresentado um vídeo mostrando aos alunos que o bilboquê é um brinquedo antigo que consiste em uma esfera de madeira (ou de forma semelhante), com um orifício central, e presa por uma corda numa espécie de suporte e que seu objetivo é acertar a bolinha no pino apenas balançando a mão.

Na sequência, foi mostrado, através de slides, o passo a passo de construir o bilboquê. Depois de concluído o bilboquê, a professora pedia que cada aluno mostrasse a todos o seu e após decorar conforme o gosto e criatividade de cada um, poderiam encaminhar fotos.

“As atividades encaminhadas aos alunos e as realizadas nas aulas online têm sido bastante exitosas, pois está havendo um engajamento dos alunos e família no acompanhamento dos trabalhos. Isso nos causa satisfação, pois são muitos os desafios que surgem em uma aula a distância com crianças”, analisou a diretora Zuleica Alves Guimarães.

Para a aluna Manuela Vaz Pagliotto, a aula foi uma experiência diferente. “Eu gostei muito da aula online, principalmente, de decorar o brinquedo e depois brincar com o meu cachorro”, declarou. A aluna Gabriela Ferraz Silva completa que o uso de materiais recicláveis foi legal. “Eu usei para fazer o meu brinquedo uma garrafa PET de 2 litros, chave de fenda, régua, barbante e tampinha”, informou.

Já o aluno Kauã Felipe Proença Barbosa completa que conseguiu ouvir as instruções e fazer o brinquedo de forma correta. “Tinha todos os materiais e foi bem legal. Agora, estou brincando bastante com o bilboquê que fiz. Meu pai me ajudou a furar a tampinha e a recortar a garrafa”, revelou.