Projeto da UCP ajuda internas do presídio feminino de Pedro Juan Caballero

Projeto da UCP ajuda internas do presídio feminino de Pedro Juan Caballero

COMPARTILHAR

Antônio Coca

Alunos do segundo semestre do Curso de Medicina da Universidad Central Del Paraguai (UCP) estiveram recentemente participando de uma ação social destinado para as mulheres que cumprem pena em um pavilhão destinado para elas dentro da Penitenciária Regional daquela cidade. O local conta com cerca de 50 internas, sendo que duas estão grávidas e há também uma das presas que cumpre pena com um bebê de seis meses.

O Projeto Aurora foi desenvolvido pela psicóloga e professora da UCP, Mabel Cardoso e visa sensibilizar e despertar nos estudantes a solidariedade, o carinho e o respeito com as pessoas mais necessitadas e faz parte do aprendizado acadêmico, já que muitos deles depois de formados passarão quase que diariamente com situações onde as questões humanitárias terão que ser colocadas lado a lado com as questões profissionais medicas.

Á convite da doutora Mabel, a advogada Mirna Rodriguez esteve na universidade, onde em uma palestra falou sobre como é o dia-a-dia destas mulheres no cárcere e como é desenvolvido o trabalho de vários profissionais que atendem estas detentas enquanto elas cumprem suas penas ou aguardam julgamento por parte das autoridades judiciais.

Através de doações foram enviados para o local centenas de produtos de limpeza e higiene pessoal e fraldas para a criança que está no pavilhão com a mãe, já que muitas das internas sequer são visitadas por familiares e amigos e vivem de ajuda das outras companheiras de cela. “Com o Projeto Aurora queremos criar a consciência de solidariedade e ajuda entre os povos e pelo que vimos na primeira experiência foi muito bom sentir que nossos universitário estão com este espírito solidário e mostraram com isso, uma forma de retribuir e agradecer como estão sendo recebidos pelo povo paraguaio”, disse a professora Mabel.

A advogada Mirna Rodriguez falou sobre a experiencia dela com as detenta de Pedro Juan. (Foto: Assessoria)