Santa Casa destinará leitos para internação compulsória de moradores de rua

Santa Casa destinará leitos para internação compulsória de moradores de rua

COMPARTILHAR

Na manhã desta sexta-feira (25), o Comandante Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Coronel Waldir Ribeiro Acosta, o Comandante do Policiamento Metropolitano, Coronel Wilson Sergio Monari, o Comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar, Tenente-Coronel Claudemir de Melo Domingos Braz, e os policiais do Centro Educativo de Múltiplas Atividades de Trânsito (Cematran), se reuniram na Santa Casa de Campo Grande com o presidente do hospital Esacheu Nascimento, juntamente com o Coordenador de Segurança dos Correios em MS e com o presidente do Conselho Comunitário de Segurança da região central da Capital.

O encontro ocorreu na sala de reunião da presidência do hospital, sendo discutidos assuntos relativos à segurança pública na região central, em especial às condições precárias das pessoas em situação de rua.
O presidente da Santa Casa, além de anunciar a criação de 30 leitos hospitalares destinados à internação compulsória, propôs uma ação em conjunto entre as entidades envolvidas (Polícia Militar, Santa Casa, Promotoria Pública, Conselho de Segurança Pública, Diretor de Segurança dos Correios, ACICG e Igreja Católica), para retirar das ruas os indivíduos da situação atual.

Na avaliação das autoridades envolvidas na ação, a união entre as instituições é uma importante ferramenta na redução da violência e da criminalidade. O programa deverá ser implantado o mais rápido possível.

Com Comunicação 1ºBPM