Sargento do Rio de Janeiro era o piloto do helicóptero com cocaína...

Sargento do Rio de Janeiro era o piloto do helicóptero com cocaína em MT

COMPARTILHAR
Piloto teria tentando incendiar aeronave.

O Sargento do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Alberto Ribeiro Pinto Júnior, de 45 anos, foi preso em flagrante na manhã de quarta-feira (4), no pasto da Fazenda Nova Esperança, em Poconé, Mato Grosso, após confessar que pilotava o helicóptero que caiu na região no domingo (1º), carregado com 280 quilos de cocaína pura. Descoberto e confesso, Alberto ainda tentou subornar policiais para se livrar da prisão.

A prisão aconteceu após ele ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros, que o flagrou deitado no chão pedindo por socorro. A equipe fazia o monitoramento de uma área que estava queimada, nas proximidades de onde caiu o helicóptero carregado com droga. No momento do resgate, o sargento se identificou apenas como um mecânico, que estaria no local para retirar peças da aeronave que caiu na região. Após ser revistado, dentro da viatura ele acabou assumindo aos colegas de corporação que era o piloto do helicóptero.

Alberto recebeu voz de prisão dentro da viatura, e durante o trajeto tentou subornar a equipe, afirmando que “o chefe dele autorizou a negociar valores para quem o capturasse”, o que foi negado. Um isqueiro foi encontrado com ele e os bombeiros acreditam ter sido ele quem incendiou a área na noite de terça-feira. Celular, cartão de banco, objetos pessoais e roupas também foram encontrados com o sargento, que foi entregue na delegacia da cidade de Poconé, mas deve ser repassado para a Polícia Federal. A aeronave sinistra está cadastrada em nome de policial civil de Brasília.

Alberto “aproou” para flagrante de tráfico internacional.