SENAD e Polícia Federal fazem operação contra lavagem de dinheiro na fronteira

SENAD e Polícia Federal fazem operação contra lavagem de dinheiro na fronteira

COMPARTILHAR

Policiais da Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD) do Paraguai e da Polícia Federal brasileira, realizam na manhã desta terça-feira (10), uma operação contra uma organização criminosa liderada por membros de uma mesma família acusada de tráfico de drogas e de lavagem de dinheiro. Ao todo estão sendo cumpridos dez mandados de prisão, busca e apreensão em residências, estabelecimentos comerciais e propriedades rurais sendo 7 em Pedro Juan Caballero e 3 em Capitan Bado.

A operação batizada de Status 2 é continuidade da primeira fase de investigações que aconteceu em setembro de 2020 e prendeu quatro pessoas da família Morinigo, acusados de chefiar a organização criminosa. Na época foram apreendidos bens e dinheiros em espécie da ordem de 30 milhões de dólares.

De acordo com nota da SENAD, a operação Status é um modelo de cooperação internacional entre as autoridades que permite o rastreio e a localização de bens, móveis, imóveis, automóveis, aeronaves e grandes quantias em dinheiros oriundos do tráfico de drogas e que são “lavados” através de empresas criadas especialmente com este fim. Ainda na manhã de hoje a direção da SENAD deverá dar mais informações sobre tudo o que foi apreendido e sobre a prisão de envolvidos na operação.