Senador Nelsinho Trad destaca que o discurso de Bolsonaro na ONU defendeu...

Senador Nelsinho Trad destaca que o discurso de Bolsonaro na ONU defendeu a soberania nacional

COMPARTILHAR
O secretário de comunicação do Planalto, Fabio Wajngarten, o senador Nelsinho Trad, o ministro Ernesto Araújo, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, a primeira-dama Michelle Bolsonaro e o presidente. (Divulgação)

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS), como presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, ocupou cadeira especial na bancada do Brasil durante a 74ª Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU), na sede da organização em Nova York, nos Estados Unidos. O parlamentar sul-mato-grossense estava no grupo restrito, ao lado do ministro Ernesto Araújo, do deputado federal Eduardo Bolsonaro (presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara) e da primeira-dama Michelle Bolsonaro, que assistiu em localização privilegiada o discurso do presidente Jair Bolsonaro, abrindo os debates da reunião – tradicionalmente feito pelo representante brasileiro.

Para o senador Nelsinho Trad, o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro na ONU favorece as relações do Brasil com outros países. “Foi proveitosa a fala do presidente, nós sentimos isso na plateia da ONU, na certeza de que o Brasil vive um novo momento, os relacionamentos diplomáticos virão e, consequentemente, novos acordos comerciais”, comentou o senador.

Durante o evento, o senador Nelsinho Trad observou que o presidente conseguiu mostrar ao mundo a nova modelagem política e ideológica do Brasil. “Bolsonaro defendeu a soberania nacional, dizendo que os problemas relativos do Brasil são de responsabilidade dos brasileiros e que o país tem gente capacitada para apresentar as soluções.

O presidente convidou o mundo para conhecer a realidade do Brasil, muitas vezes diferente daquela que é divulgada na imprensa e disse que o Brasil está pronto para receber novos parceiros, respeitando os acordos comerciais”, destacou Nelsinho Trad.

Após a Assembleia-Geral, o grupo seguiu para agendas com lideranças de outros países e encontro com o ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani. A previsão é de que a comitiva presidencial embarque de volta ao Brasil às 21h45, desta terça-feira. Amanhã, às 7h30, deverá acontecer o desembarque em Brasília.

Com Assessoria/Neiba Ota