Senador Nelsinho Trad inclui Rota Bioceânica em seminário da América do Sul

Senador Nelsinho Trad inclui Rota Bioceânica em seminário da América do Sul

COMPARTILHAR

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS), como membro do Parlamento do Mercosul (Parlasul), se reuniu com representantes de outros países da América do Sul, nesta segunda-feira (15), em Montevidéu, no Uruguai. Na Comissão de Infraestrutura, Transporte, Recursos Energéticos, Agricultura, Pecuária e Pesca, o parlamentar sul-mato-grossense defendeu os interesses de Mato Grosso do Sul.

“Colocamos em discussão a importância da Rota Bioceânica que poderá se tornar a nova fronteira do turismo para quatro países: o Brasil, o Chile, o Paraguai e a Argentina. O corredor favorece principalmente Mato Grosso do sul que terá acesso rodoviário ao Oceano Pacífico com a construção de uma ponte sobre o Rio Paraguai, ligando Porto Murtinho a Carmelo Peralta, no Paraguai”, explicou o senador Nelsinho Trad.

Durante a reunião, o parlamentar informou detalhes sobre o projeto e contribuiu para a elaboração da programação do I Seminário de Infraestrutura de Transporte Rodo-Ferroviário da América do Sul, previsto para o próximo dia 12 de agosto, em Assunção, no Paraguai. “Na solenidade de abertura, teremos o presidente do Paraguai Mario Abdo Benitez, o presidente do Congresso Paraguaio, senador Bias Liano, o presidente do Parlasul Daniel Caggiani, o vice Tomás Bittar, o presidente da comissão de Infraestrutura Enzo Cardozo, o ministro de obras públicas Arnoldo Wiens e os governadores de Mato Grosso do Sul Reinaldo Azambuja, de Mato Grosso Mauro Mendes Ferreira e do Paraná Carlos Roberto Massa Júnior”, informou o senador.

De acordo com a programação, os participantes terão um painel pela manhã sobre as obras públicas que envolvem os interesses dos países da América do Sul e, durante à tarde, discussões sobre questões ferroviárias do Mercosul. “A nossa presença no Parlasul foi fundamental para incluir o tema Rota Bioceânica nesse debate internacional tão valioso”, comentou o senador Nelsinho Trad.

Rota Bioceânica

O corretor bioceânico rodoviário terá 2.396 quilômetros, passando por Brasil, Paraguai, Argentina e Chile. A rota saí de Santos, passa por Mato Grosso do Sul e vai até Antofagasta (Chile) e liga o Atlântico ao Pacífico. “Concluído, haverá a redução de 8 mil kms marítimos de distância entre o Brasil e os países asiáticos, também 40% a menos dos fretes e geração de economia e renda para Mato Grosso do Sul e para todo o País”, enfatizou o senador Nelsinho Trad.

No próximo dia 20, o presidente paraguaio informou que estará em Carmelo Peralta para vistoriar a obra da TransChaco, trecho rodoviário fundamental para a consolidação da rota bioceânica. Nessa data será realizada a assinatura da licitação do projeto da ponte. “Há previsão de conclusão da obra até 2022 que vai ligar o nosso Mato Grosso do Sul, a partir de Porto Murtinho, ao Distrito Paraguaio Carmelo Peralta que será estratégico para Rota Bioceânica, ligando o Brasil aos portos do Oceano Pacífico”, esclareceu o senador Nelsinho Trad.

Com Assessoria/Neiba Ota