Senador Nelsinho Trad propõe audiência pública sobre lama nos rios de Bonito

Senador Nelsinho Trad propõe audiência pública sobre lama nos rios de Bonito

COMPARTILHAR
Senador quer solução urgente para o problema

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) apresentou nesta segunda-feira (8) documento, para solicitar audiência pública no Senado sobre o impacto ambiental causado nos rios de Bonito por plantações, construções irregulares e estradas feitas em áreas de preservação ambiental. “É importante ouvir todas as partes para saber realmente como resolver.

O problema existe, a transparência das águas que sempre foram características de Bonito agora desaparece sempre que chove um pouco mais forte, e a lama demora cada vez mais para se dissipar”, destacou o senador durante o seu pronunciamento na tribuna do Senado.

Entre as causas para a turbidez das águas, segundo moradores da região, estão: o crescimento agrícola desordenado (em cinco anos a área de plantio praticamente dobrou), os drenos escavados pelos agricultores para escoar a água dos brejos da região, as estradas construídas há mais de 30 anos que já não atendem à demanda, o desmatamento de dois mil hectares nos últimos 7 anos, a fiscalização deficitária e, além do turismo em Bonito, que vem crescendo a cada ano, passando de 80 mil há 10 anos para 240 mil pessoas por ano.

Nos últimos 10 anos, mais de cinco milhões de pessoas visitaram a Bonito, que engloba mais de 80 hotéis, 46 atrações turísticas e mais de 40 restaurantes. Já preocupado com a preservação ambiental, o senador lembrou na tribuna que o Governo do Estado publicou Decreto nº 15.197, no dia 21 de março de 2019, que tem por objetivo preservar a integridade dos recursos hídricos naquela região (principalmente os banhados e nascentes), reduzir o impacto do acarreamento de sedimentos aos rios e córregos, principalmente no período de chuvas e evitar maiores prejuízos ao meio ambiente e atividades econômicas coexistentes em Bonito e Jardim, como a agricultura e o turismo.

“Como coordenador da bancada de Mato Grosso do Sul, e tenho certeza que falo por todos os senadores e deputados federais, estamos trabalhando para solucionar este problema, o governador Reinaldo Azambuja também me disse que dará o apoio necessário, e já liberou R$ 5 milhões para realização de obras em estradas e fazendas para impedir que as águas da chuva e a terra que vem junto não cheguem aos rios. Temos que defender Bonito para que ele possa continuar sendo o melhor destino de ecoturismo do Brasil, tendo conquistado esse título por 15 vezes já”, completou Nelsinho Trad.

O secretário de Indústria, Turismo e Comércio de Bonito, Augusto Barbosa Mariano, também explicou ao senador Trad sobre projeto protocolado na Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste) em dezembro de 2018 para liberação de R$ 8 milhões para obras em Bonito. Esse empreendimento servirá para construção de caixas de retenção para dar vazão as águas das chuvas das estradas, recuperação das matas ciliares, fechamento de áreas de Áreas de Preservação Ambiental e readequação das estradas para a demanda atual e peso dos veículos.

“Vamos tentar conseguir a liberação deste recurso e assim garantir que as medidas emergenciais sejam executadas em Bonito”, afirmou o senador. O pedido de audiência protocolado deverá ser avaliado nesta semana e, ainda, não há data definida.

Com Assessoria