Senadora Soraya Thronicke busca junto à ANTT construção de viaduto no “Trevo...

Senadora Soraya Thronicke busca junto à ANTT construção de viaduto no “Trevo do DOF” em Dourados

COMPARTILHAR

Após uma espera de quase sete anos, o viaduto localizado na BR-163, na saída de Dourados para Ponta Porã, mais conhecido como “Trevo do DOF”, deve finalmente deixar ser contruido. A informação é da senadora Soraya Thronicke (PSL/MS), que participou, na segunda-feira (22), de reunião virtual com o diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Davi Ferreira Gomes Barreto, e com o superintendente de Infraestrutura Rodoviária da ANTT, André Luís Macagnan Freire, para tratar da concretização dessa obra anunciada pela CCR MSVia ainda em 2014, quando a concessionária assumiu a exploração da rodovia federal em Mato Grosso do Sul, mas que nunca saiu do papel.

Soraya Thronicke informou aos representantes da ANTT sobre a urgência da construção do viaduto no “Trevo do DOF” devido aos constantes acidentes fatais registrados na rotatória, que abrange a BR-163, a Avenida Coronel Ponciano e a MS-156, sentido parque industrial. “O viaduto vai solucionar um problema antigo da rotatória, pois se trata de uma via com tráfego intenso de veículos de passeio e de transporte de cargas, bem como de bicicletas e até mesmo de pedestres, o que é motivado por bairros populosos nas proximidades. Todos disputam espaço na rotatória, causando acidentes, na maioria das vezes, fatais, nos horários de pico, como na hora do almoço e nos fins de tarde”, ressaltou.

Segundo a senadora, a ANTT se sensibilizou com a necessidade da construção do viaduto e informou que colocará a obra no Termo Aditivo ao Contrato de Concessão do empreendimento público federal, que será assinado entre a CCR MSVia e a União, no prazo máximo de 90 dias, a contar do dia 11 de março deste ano, data da publicação do Decreto nº 10.647. O tempo previsto para a realização da obra será de aproximadamente um ano. “O aditivo entrou no Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República no qual a concessionária ficará obrigada a construir obras públicas no trecho de sua responsabilidade até que seja relicitado. Acreditamos que a nova licitação da BR-163 que corta o Estado seja publicado em 18 meses. Os usuários poderão contar cosm o meu empenho no sentido de acompanhar cada passo dessa nova licitação até o sul-mato-grossense ver o trecho 100% duplicado”, garantiu.