SIG de Anastácio prende traficante e descobre pés de maconha “consorciada” com...

SIG de Anastácio prende traficante e descobre pés de maconha “consorciada” com alface cheiro verde e outras verduras

COMPARTILHAR
Maconha em meio ao alface ou seria a "alfaconha" nova variação?

A Polícia Civil de Anastácio desmontou nesta segunda-feira (14) um ponto de droga que funcionava a todo vapor na cidade. A ação acabou tendo como foco principal além da prisão do traficante, a descoberta de uma “lavoura” de maconha em plena produção funcionando de forma “consorciada” com uma horta em meio a alface, cheiro verde e outras verduras.

Inicialmente equipe do SIG levantou informação sobre a venda de drogas em uma “boca” funcionando em residência da rua Acogo, no bairro Vila Maior. A casa foi mantida sob vigilância sendo constatada movimentação intensa de usuários, alguns deles abordados e flagrados com “paradinhas” de maconha compradas na “boca” pertencente ao indivíduo conhecido como “Daguinha”.

O sujeito não foi encontrado na casa, apenas a sogra que confirmou ter os usuários abordados comprado a droga ali. Outra equipe saiu na caça a “Daguinha” – Dagmar Batista Ferreira (28), localizado e preso em seguida. Questionado, ele confessou a atuação no tráfico de maconha e Skank, drogas encontradas em diferentes pontos da casa.

Horta frondosa

Durante vistoria no imóvel, os policiais do SIG avistaram uma plantação de maconha, cultivada nos fundos da casa em meio a produção de verduras e em franca produção, dezenas de pés da droga. “Daguinha” assumiu além do tráfico de maconha e skunk, a produção de maconha.

O local foi periciado e a lavoura destruída com a apreensão dos pés da droga, juntado ao apreendido na casa e com usuários, juntamente com balança de precisão. Dagmar foi preso e autuado em flagrante.