SIG Dourados faz operação contra tráfico de e a caça de traficantes

SIG Dourados faz operação contra tráfico de e a caça de traficantes

COMPARTILHAR
Dois, serão enviados para Mato Grosso.

Antônio Coca

A Polícia Civil, através do SIG de Dourados, em operação contra o tráfico de drogas efetua a prisão de três indivíduos, dois deles em razão de possuírem contra si mandados de prisão pela prática daquele crime, e um por ter sido flagrado atuando nessa prática criminosa.

Na última quinta-feira o SIG desencadeou operação para efetuar a prisão de dois indivíduos que possuíam contra si mandados de prisão por esse tipo de crime, mandados esses expedidos pelo Poder Judiciário de outros Estados da Federação, e que, conforme as investigações, continuavam a vender entorpecentes, agora em Dourados.

Assim, ainda na quinta-feira foi cumprida a prisão decorrente de condenação de indivíduo morador no Bairro Jardim Santa Maria, que possuía contra si um mandado por conta de condenação a 16 anos de prisão pela prática de tráfico de drogas, crime praticado no Estado do Mato Grosso.

Já na sexta-feira (29) outro mandado de prisão foi cumprido, desta vez contra indivíduo que possuía uma barbearia na Rua Eulália Pires, estando condenado a 8 anos de prisão por tráfico de drogas, crime praticado no Espírito Santo. Ao ser efetuada a prisão do indivíduo, na barbearia de sua propriedade foram encontrados dezenas de objetos de procedência duvidosa, tais como ferramentas industriais e eletrônicos, indícios que ele recebia esses bens como pagamento pela venda de entorpecentes.

Por volta de 12h de sexta-feira ao apurar denúncia de venda de drogas em uma residência localizada na Rua Elvia Viana, Canaã III, o SIG identificou movimentação típica de tráfico. Ao realizar a abordagem, um usuário de entorpecente e que comprava droga conseguiu fugir.

Em contrapartida, o indivíduo investigado por tráfico ao ir para dentro de sua residência foi contido, tendo os policiais identificado que ele, tentando dificultar as investigações, havia jogado o seu celular contra a parede, danificando-o. No interior da residência foram identificados vários indícios de tráfico de drogas, entre eles fragmentos de maconha espalhados por vários cômodos e abundante quantia de dinheiro em notas de pequeno valor. O indivíduo de 26 anos foi preso pela prática de tráfico de drogas e fraude processual, nesse último caso em razão de ter danificado o aparelho celular.