Sobe para 3 o número de casos suspeitos de contaminação por coronavírus...

Sobe para 3 o número de casos suspeitos de contaminação por coronavírus no Brasil

COMPARTILHAR

Agência Brasil

Os pacientes se enquadraram na atual definição de caso suspeito estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Eles apresentaram febre, pelo menos um sinal ou sintoma respiratório e viajaram para área de transmissão nos últimos 14 dias.

Com as suspeitas, o Ministério da Saúde subiu o nível de vigilância no Brasil. Saiu do nível 1, considerado de alerta, para o nível 2, de risco iminente do vírus chegar ao país. Caso se confirme algum caso, o nível sobe para 3, que é o de situação de emergência em Saúde Pública.

O aumento do nível de vigilância no Brasil ocorreu um dia após a OMS mudar de moderado para alto o grau de risco de epidemia global do coronavírus. Entre outras mudanças, a pasta agora considera suspeita qualquer pessoa que apresente febre ou problemas respiratórios 14 dias após visitar qualquer local da China, e não apenas a província de Wuhan, o epicentro da epidemia. O ministro da saúde, Henrique Mandetta, ressalta que a definição dos níveis é um protocolo internacional.

O Ministério da Saúde já acompanhava o caso suspeito de uma jovem de 22 anos que está em observação em Belo Horizonte. Ela esteve na China e apresentou sintomas compatíveis com os do coronavírus. A pasta ainda monitora 14 pessoas próximas à paciente que, até agora, não apresentaram qualquer sintoma.

Segundo o Ministério, foram detectados mais de 7 mil rumores de coronavírus no Brasil. Desses, 12 foram notificados, nove já foram excluídos e apenas três estão em observação.