Terceiro teste positivo suspende retomada de viagens e agenda positiva do governo

Terceiro teste positivo suspende retomada de viagens e agenda positiva do governo

COMPARTILHAR

O terceiro resultado positivo para covid-19 frustrou os planos do presidente Jair Bolsonaro de retomar o mais rápido possível suas atividades normais e mostrar o trabalhando do governo. Viagens já estavam programadas, incluindo inauguração de adutora que capta água do Rio São Francisco, na Bahia.

Isolado no Palácio da Alvorada desde o dia 7 de julho, Jair Bolsonaro esperava um resultado negativo para o vírus nesse terceiro exame para pôr na rua uma sequência de viagens, como ele mesmo anunciou a apoiadores na noite de terça-feira.

Segundo o presidente, a primeira viagem seria para o Piauí, na sexta-feira desta semana. A intenção era visitar a Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato, um dos mais importantes sítios arqueológicos do país. A viagem, no entanto, não tinha nem mesmo sido planejada oficialmente.

O presidente também pretendia inaugurar uma adutora que capta água do Rio São Francisco, na Bahia, anunciada quando foi ao Ceará para a inauguração de um trecho da transposição do rio São Francisco. Em sua última live, disse ainda que pretendia ir “dar uma volta no Vale da Ribeira em São Paulo” e inaugurar uma ponte recuperada.

“Vamos voltar ao Nordeste todo. Já falei, duas vezes por semana vamos inaugurar obras. Inaugurar não é para ir lá aparecer, é para mostrar o que está fazendo. Porque se depender da mídia local você não aparece”, disse Bolsonaro em sua última live pelas redes sociais.