Traficantes provocam colisão com lancha da PF e militar desaparece no Rio...

Traficantes provocam colisão com lancha da PF e militar desaparece no Rio Paraná

COMPARTILHAR
Localização via Google

Um militar do Exército está desaparecido no Rio Paraná, em Guaíra, divisa com Mato Grosso do Sul, desde a noite de domingo (10). De acordo com a 15ª Companhia de Infantaria Motorizada, 12 embarcações do Exército, Marinha, Polícia Federal, Batalhão da Polícia de Fronteira e Grupamento de Patrulhamento Aéreo – GPA da PMMS integram as buscas nas buscas pelo jovem de 20 anos.

O rapaz e mais dois militares patrulhavam a margem do Rio Paraná em uma lancha da Polícia Federal quando foram atingidos por um barco clandestino carregado com drogas. Conforme o Exército, o barco clandestino fugia de uma abordagem.

Na colisão, um dos três militares chegou a desmaiar, mas foi socorrido pelo outro colega. O terceiro tripulante da embarcação caiu no rio e desapareceu. Os dois militares foram socorridos e levados à Unidade de Pronto Atendimento de Guaíra.

Um deles sofreu corte profundo na cabeça e após os primeiros socorros estão internados fora de risco na enfermaria da Unidade Militar de Guaíra. Durante as buscas ao militar desaparecido, que já duram mais de 12 horas, as equipes encontraram um colete e um boné do jovem, morador em Marechal Cândido Rondon.

Além dos 12 barcos que ajudam a localizar o militar desaparecido, o Exército também pediu apoio de três helicópteros da Polícia Federal de Brasília e da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul que está seguindo para região e deve chegar por volta de 15h30.

Soldado Daniel Herique segue desaparecido.