Transferência de presos para nova penitenciária transcorreu sem problemas

Transferência de presos para nova penitenciária transcorreu sem problemas

COMPARTILHAR
Presos estão sendo acomodados e já almoçam em "casa noca".

As Polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal e Penal, concluíram agora pouco a transferência de 50 internos do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, para o novo presídio localizado na região do Presídio Gameleira. A maioria dos internos transferidos, segundo a administração penitenciária, seriam integrantes da facção Primeiro Comando da Capital.

Após o desembarque, os internos passam por revista pessoal e de materiais, triagem e paulatinamente são distribuídos nas celas. A operação de transferência embora mantida em sigilo por medida de segurança, já estava programada pela Agepen e acabou acontecendo em meio a ação da Polícia Civil de Tocantins, na apuração de ameaças por parte de facção criminosa a um magistrado.

Em todo o trajeto comboio foi escoltado por helicóptero.

A operação de transferência dos internos apesar do grande número de policiais e viaturas e contou com a cobertura do helicóptero do GPA da Polícia Militar, transcorreu com normalidade, inclusive sem tumulto no trânsito urbano, já que a maior parte do percurso ocorreu em rodovias federal e estadual, como a Gameleira. Até o fechamento desta reportagem, não constava nenhum problema com os internos na chegada ao novo presídio.

Movimentação policial no presídio começou nas primeiras horas da manhã.