Trio que roubou malote em Nova Andradina foi preso minutos após o...

Trio que roubou malote em Nova Andradina foi preso minutos após o crime

COMPARTILHAR
Trio já estava na mira do SIG.

Policiais da SIG (Seção de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Nova Andradina prenderam em flagrante Anderson Gonçalves Teles (34), Sidimar Domingos Padoam (36) e Edmar de Almeida Barros de 33 anos, os dois últimos de Nova Andradina e Anderson, de Dourados. Os três são autores investigados, identificados, filmados e confessos no roubo ao malote de um posto de combustíveis em Nova Andradina.

O assalto em que roubaram malote com mais de R$ 90 mil em cheques e dinheiro do posto ocorreu no início da tarde desta segunda-feira (27). O gerente do posto parou seu veículo no estacionamento do Banco Sicredi, onde iria efetuar depósitos da empresa.

Quando entraria na agência, foi abordado por um indivíduo magro, alto, com capacete preto armado com revólver, que anunciou o assalto, ameaçando a vítima, que entregou o malote. Aos policiais o funcionário relatou que eram dois indivíduos, sendo que um deu a voz de assalto e o outro pilotava uma motocicleta modelo Honda/CG de cor aparentemente escura e fugiram rumo ao bairro Horto Florestal.

O SIG foi acionado e de pronto iniciou investigações ouvindo a vítima a checando imagens de segurança. Ao mesmo tempo outra equipe foi para o bairro Horto Florestal, residência de Edmar que passou a ser monitorada de longe, pois tanto o morador quanto Sidimar, já eram investigados e monitorados por conta de outros roubos de malotes ocorridos na cidade recentemente.

Após alguns minutos, os policiais que estavam na vigilância avistaram Sidimar e Edmar deixando a residência juntamente com mais dois indivíduos, todos indo em direção a um Mercedes-Benz, preto, propriedade de Edmar, que estava estacionado no local. O quarteto foi abordado e um deles conseguiu fugir para um matagal, mas Edmar, Sidimar e Anderson foram apanhados.

Revistado, o trio estava com grande quantidade de dinheiro sendo que na cueca de Sidimar estavam R$ 18 mil. Na casa, os policiais encontraram ainda com motor quente a moto usada no assalto, os malotes vazios com papéis da vítima e as roupas usadas pelos assaltantes no momento do ataque, os capacetes da dupla e uma espingarda de pressão transformada em calibre 22.

A arma de fogo utilizada no crime não foi localizada, assim como parte do dinheiro e todas as folhas de cheque, que provavelmente estavam com o indivíduo que conseguiu fugir. O dinheiro recuperado somou R$ 20.308.

Os policiais apuraram que Sidimar, juntamente com o indivíduo que fugiu em uma moto, roubaram a vítima e fugiram para se esconderem na residência de Edmar, que já os aguardava para ajudá-los na fuga ocultação de materiais do crime, bem como para a divisão do dinheiro. Sidimar ainda confessou envolvimento em outro roubo de malote na cidade.