Vacinação em massa da população da fronteira começou nesta sexta-feira

Vacinação em massa da população da fronteira começou nesta sexta-feira

COMPARTILHAR

Antônio Coca

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira a população dos 13 municípios que fazem fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai e a Bolívia começaram ser vacinadas dentro do projeto VEBRA COVID-19. Ao todo foram destinados dentro do programa 165,5 mil vacinas da Janssen devem ser usadas para imunizar a população fronteiriça, conforme o PNI (Plano Nacional de Vacinação).

A iniciativa tem o apoio da Opas e é composto por diversas instituições, como Fiocruz, UFMS, Stanford University, Yale University, Instituto de Salude Global de Barcelona, Universidade da Florida, entre outras entidades de tecnologia.

O projeto coordenado pelo infectologista Júlio Crodda, uma das maiores autoridades mundiais, visa criar um cinturão de isolamento na fronteira com outros países. Com isso serão vacinados todos os moradores de Mundo Novo, Japorã, Sete Quedas, Paranhos, Coronel Sapucaia, Aral Moreira, Ponta Porã, Antônio João, Bela Vista, Caracol, Porto Murtinho, Corumbá e Ladário.

Em Ponta Porã a vacinação começou cedo e conta com o apoio de homens do 11º REC MEC e serão aplicadas em três locais para facilitar o trabalho e evitar aglomeração. A meta é vacinar cinco mil pessoas por dia.