Vigilante executa colega de trabalho em condomínio de Rondonópolis

Vigilante executa colega de trabalho em condomínio de Rondonópolis

COMPARTILHAR
Vítima foi executada com ao menos quatro tiros à queima roupa.

O vigilante Bruno de lima Pereira, 27, matou a tiros a colega de trabalho Renecléia Aparecida Bispo, de 41 anos, na tarde desta terça-feira (24) na guarita da portaria do Condomínio Village do Cerrado em Rondonópolis. Conforme relato de testemunha, o vigilante e a vítima estavam em horário de trabalho no condomínio, quando repentinamente ele questionou Renecléia perguntando “Você tem algo contra mim Cléia? Ela disse que não, deu dois passos para trás e repetiu você tem algo contra mim? E logo disparou contra a mulher’.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e socorreu a vítima que ao dar entrada no Hospital Regional (HR) não resistiu aos ferimentos e morreu. A vítima teria sido atingida com um tiro na cabeça e outros na região peito.

Após o crime Bruno fugiu em uma motocicleta Titan de cor escura, sem capacete rumo a rodovia MT-270. Na ponte da comunidade Vila Paulista, ele se envolveu em um acidente com uma caminhonete, abandonou a moto e a arma do crime e seguiu em fuga por uma região de mata rumo ao Rio Vermelho.

Apesar de ambos trabalharem no mesmo local, a vítima era contratada pelo próprio condomínio para trabalhar na portaria. Já o autor do crime é funcionário de uma empresa terceirizada de segurança armada. O vigilante teria assassinado a funcionária do condomínio, depois que ela relatou a superiores, seguidas reclamações de moradores o costume de Bruno bater portas no local de trabalho.

Bruno está foragido.