Com passagens pela polícia, homem é executado a tiros em Campo Grande

Com passagens pela polícia, homem é executado a tiros em Campo Grande

COMPARTILHAR
Policiais do GOI investigam autoria do crime.

Pouco tempo após ter participado da inauguração de uma tabacaria, o ex-presidiário Willian Cesar dos Anjos, 35 anos, foi executado no Jardim Radialista, com mais de 10 tiros de pistola, a maioria na cabeça. O crime aconteceu por volta de 23h50 na esquina das Ruas Escaramuça com Zenio Silva, quando a vítima conduzia uma Saveiro e foi alcançado por dois homens em uma motocicleta e um deles atirou seis vezes na direção de Willian.

Já atingido, o homem perdeu controle do veículo que atingiu um poste, quando ele desembarcou tentando fugir, mas foi alcançado e executado na rua. Preliminarmente a polícia constatou que Willian foi morto com ao menos 13 tiros na cabeça e peito, por tiros de pistola calibre 40, supostamente prateada, sendo várias cápsulas deflagradas apreendidas no local. O caso é investigado por equipes do GOI da Polícia Civil.