Em uma semana, Brasil aplicou golpe milionário ao contrabando oriundo do Paraguai

Em uma semana, Brasil aplicou golpe milionário ao contrabando oriundo do Paraguai

COMPARTILHAR

Em uma semana, a Operação Fronteira da Receita Federal resultou na apreensão de mais de 25 milhões de Reais, equivalentes a aproximadamente US$ 5 milhões, em mercadorias contrabandeadas por organizações criminosas. A operação é pontual e ataca contrabandistas que atuam na fronteira com o Paraguai. Fiscais apoiados pelas forças públicas brasileiras apreenderam também 6 toneladas de drogas nas diversas operações realizadas na fronteira com o Paraguai, nos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, informou a assessoria de comunicação.

Os principais produtos apreendidos são cigarros, incluindo tabaco e cigarros electrônicos, seguidos de telefones, bem como outros tipos de mercadorias adquiridas em quantidades que excedem o limite de 500 dólares permitido aos turistas. Os crimes comprovados são contrabando e sonegação fiscal, segundo a súmula

Os agentes apreenderam ainda 80 veículos utilizados nos atos criminosos, tendo presas 18 pessoas, sendo 13 por contrabando e cinco por tráfico de droga. A maior apreensão de entorpecentes ocorreu perto da cidade de Dourados, onde detiveram um caminhão carregado com 4 toneladas de maconha prensada vinda do Paraguai.

Na Região de Maringá foram apreendidos dois veículos carregados com 1,4 tonelada da mesma droga, sendo dois presos em flagrante. A Receita Federal brasileira iniciou a operação com o objetivo de desmantelar grupos criminosos que lucram com o contrabando e a sonegação fiscal na fronteira com o Paraguai, a fim de proteger a indústria de seu país e a concorrência leal entre os comerciantes que trabalham legalmente. A operação envolve também o Exército Brasileiro, a Marinha do Brasil, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, as Polícias Rodoviária Estadual, Polícia Civil e a Polícia Militar.

Porém, não é a única operação realizada por instituições brasileiras na fronteira, pois a Operação Hórus também está em andamento e visa o combate ao contrabando, tráfico de armas, drogas, remédios, cigarros, insumos agrícolas, por parte de organizações criminosas que atuam em Brasil.

A Operação Fronteira conseguiu reter quantidades significativas de produtos contrabandeados, demonstrando o comprometimento das autoridades no combate a esse crime, protegendo a economia e a sociedade brasileira e mantendo a integridade das fronteiras do país. Esta ação conjunta começou na última segunda-feira e não tem data para terminar.