Foto: PCMS.

Evento com morte no autódromo foi ilegal sem alvará da prefeitura

O Motor Sound Brasil, evento que levou a morte Nicholas Yann dos Santos Jesus, 20 anos, no Autódromo Internacional de Campo Grande era ilegal, não tinha alvará para acontecer, conforme informação da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). Já o influenciador Rodolfo Manolo Batistote Morro, de 40 anos, que organizou a festa está foragido e é procurado.

A Semadur informou através de nota não ter recebido nenhum pedido de autorização para a realização do evento Motor Sound Brasil, o que seria obrigatório para a categoria da festa. “Portanto não foi emitido nenhum alvará”, diz a pasta, demonstrando se tratar de encontro clandestino. Paralelamente, a Funesp (Fundação Municipal de Esportes) relata que o autódromo não está sob administração da Prefeitura de Campo Grande desde 2019. “O local é uma área de administração privada desde 2008 a 2019”, diz o documento.

João Pedro, neto do proprietário do espaço, se identifica como “dono do autódromo”, afirma que a família paga cerca de R$ 50 mil em documentos e que nenhum evento realizado no local é “ilegal”. “Nenhum evento no autódromo é feito ilegalmente. Porque a gente paga mais de R$ 50 mil de licença de bombeiro e de polícia anual. Tem contrato, tem tudo. Então nunca tivemos um evento ilegal lá dentro. Somos proprietários do local, a gente aluga o espaço para evento”, disse o homem.

O nome João Pedro aparece em postagem de divulgação como um dos organizadores do evento. Assim como o do influenciador Manolo que é procurado pela Polícia Civil e vai responder pela morte do rapaz. O telefone de uma terceira pessoa, identificada como Ortega também está na divulgação.

Compartilhe
Institucional

O Tempo MS News é um portal de notícias online que traz informações relevantes e atualizadas sobre o dia a dia do Mato Grosso do Sul. Com uma equipe de jornalistas experientes e comprometidos em levar ao público as notícias mais importantes do estado, o portal se destaca por oferecer conteúdo de qualidade em tempo real.

Entre em contato

(67) 0000-0000

[email protected]

© Tempo MS News - Todos os direitos reservados, design por Argo Soluções