Professora atingida por vagões em Corumbá, morre no hospital

Professora atingida por vagões em Corumbá, morre no hospital

COMPARTILHAR
Vagões soltos provocaram destruição e morte. (Fotos/Reprodução/Correio de Corumbá)

Elida Aparecida de Campos, 44 anos, professora vítima de um acidente ocorrido no final da tarde desta quarta-feira (4), não resistiu aos ferimentos e morreu na Santa Casa de Corumbá. Elida conduzia um veículo Fox, que foi arrastado por um vagão da composição de trem que descarrilou na avenida Gaturama com a rua Rui Barbosa.

A professora ficou presa nas ferragens e foi retirada, inconsciente por uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros que precisou usar desencarcerador. Resgatada, Elida, que era coordenadora pedagógica da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) foi levada para a Santa Casa e em seguida para o centro cirúrgico, mas não resistiu.

Em levantamento preliminar o Corpo de Bombeiros apurou que seis vagões desprenderam da composição que manobrava e em uma ao se desprenderem voltaram no sentido contrário, e no cruzamento atingiram três carros e uma moto.

Outros quatro vagões ainda seguiram sem controle por cerca de 2km do local do acidente. Além de veículos e a professora, os vagões destruíram postes deixando a região sem energia por várias horas.