Senador Nelsinho Trad conquista R$ 10,2 milhões para o Corpo de Bombeiros...

Senador Nelsinho Trad conquista R$ 10,2 milhões para o Corpo de Bombeiros em MS

COMPARTILHAR
Senador Nelsinho Trad na cerimônia de homenagens na Municipal de Corumbá. (Foto:Soares)

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) conquistou, no fim da tarde desta segunda-feira, a liberação de R$ 10,2 milhões para o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul em ações de prevenção e combate a incêndios em vegetação. O projeto, de R$ 12,8 milhões, foi apresentado ao Ministério da Justiça em 2019, após o registro do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do número de focos de queimadas no Pantanal de 1º janeiro a 11 de setembro de 2019 ser 334% maior do que o registrado no mesmo período em 2018; e 43,6% acima da média registrada nos mesmos dias dos últimos 21 anos (de 1998 a 2018). “Em dezembro daquele ano, conseguimos o pagamento de R$ 1,1 milhão. Enfrentamos uma situação pior em 2020 e insistimos pela liberação. Hoje, fomos atendidos com os recursos extraorçamentários para o combate de incêndios”, comentou o senador Nelsinho Trad, logo após chegar a Corumbá.

Nos 155 anos de Retomada de Corumbá, o senador Nelsinho Trad foi homenageado pela Câmara dos Vereadores. Antes, contou a boa notícia aos moradores pantaneiros sobre a vinda de recursos à corporação dos bombeiros, que poderá atender os combates contra as queimadas no Pantanal. “É o nosso trabalho em Brasília rendendo frutos para o meio ambiente de Mato Grosso do Sul”, disse o senador.

Condecoração

O senador Nelsinho foi homenageado com o título Cidadão Corumbaense. Nesses últimos três anos, conquistou o pagamento de R$ 1,8 milhão de recursos federais para o município. A atuação do senador vem atendendo todas as regiões de Mato Grosso do Sul. No último fim de semana, conseguiu da Superintendência de Desenvolvimento do Centro Oeste (Sudeco) R$ 2,3 milhões, sendo R$ 1,4 milhão para Amambai e R$ 956 mil para Água Clara, ambos os municípios receberão recursos para obras de asfalto e drenagem.

Assessoria/Neiba Ota