Identificados brasileiros presos acusados de participar de atentado em Pedro Juan

Identificados brasileiros presos acusados de participar de atentado em Pedro Juan

COMPARTILHAR

Antônio Coca

A Polícia Nacional do Paraguai divulgou há pouco os nomes dos brasileiros presos na manhã desta segunda-feira (11) em um sobrado na localidade de Villa Stefan em Cerro Corá’i na saída para Bella Vista Norte em Pedro Juan Caballero. Eles teriam ligação com o atentado ocorrido na madrugada de sábado (9) e que deixou quatro pessoas mortas. Os presos são Hywulysson Foresto, Juarez Alves da Silva, Luís Fernando Armani e Silva Simões, Gabriel Veiga de Souza, Farley José Cisto da Silva Leite Carrijo e Douglas Ribeiro Gomes.

Com eles foram apreendidos um Fiat Uno cinza com placas EUI7G07 de Santa Rita do Pardo (MS), um Voyage branco com placas QXJ 7566 Belo Horizonte (MG) e um Fiat Pálio prata ELM 5902 de São José do Rio Preto (SP) além de três placas de veículos brasileiros, cerca de 100 gramas de maconha e jóias.

Nesta manhã várias diligências estão sendo feitas e os mandados foram expedidos pelo juiz Criminal de Garantias de Amambay, Juan Martín Areco Torraca e estão sendo cumpridos por agentes do Departamento de Investigações Criminais da Polícia Nacional, Departamento de Investigações de Amambay, Departamento de Combate ao Crime Organizado, Departamento de Investigações de Homicídios, Escritório Regional Antinarcóticos e do Escritório da Interpol Regional.

De acordo com as primeiras informações os seis presos nesta manhã serão transferidos de avião para Assunção e novas prisões não estão descartadas já que é grande a movimentação policial em toda a região.

No celular de um dos presos e que foi apreendido nesta manhã foram encontradas imagens onde aparecem a caminhonete Toyota Hilux com placas com placas FZS1B38 de Vargem Paulista (SP) que foi encontrada em chamas na noite de ontem em uma estrada vicinal da Colônia Virgem de Caacupé a cerca de 10 quilômetros de Pedro Juan Caballero. As gravações mostram a Hilux no pátio da casa onde os seis brasileiros foram presos hoje.

Brasileiros capturados serão levados para interrogatório em Assunção.