Ação da PM em Manaus deixa 17 bandidos mortos

Ação da PM em Manaus deixa 17 bandidos mortos

COMPARTILHAR
Armas usadas pelo bando no confronto. (Fotos: D24am)

Dezessete homens ainda não identificadas, mas que supostamente faziam parte de uma facção criminosa, morreram na madrugada desta quarta-feira (30), em troca de tiros com a Polícia Militar (PM), no bairro Crespo, zona sul da capital.

Segundo informações do comandante-geral da PM, coronel Ayrton Norte, a ação ocorreu após denúncia de que 50 homens estariam em um caminhão baú e tentariam tomar um beco, na Rua Magalhães Barata, no Crespo. Na abordagem ao caminhão, ocorreu o confronto.

“Não queríamos um desfecho desse. Nossa obrigação é preservar vidas e aplicar lei. Aqueles que agirem de forma ousada contra a polícia vão receber resposta a altura. Trocou tiro com a polícia, não tem para onde correr, vai levar tiro também”, disse o coronel em vídeo repassado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM)
O coronel ressaltou, ainda, que nenhum PM foi atingido e quando chegaram no local com as viaturas, houve resistência. Os suspeitos portavam armas e alguns feridos foram levados ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, zona centro-sul de Manaus.

Um identificado

Alessandro Custódio de Carvalho, 16 anos, foi o primeiro reconhecido dos 17 corpos que estão no Instituto Médico Legal. A identificação foi possível após a chegada do tio do adolescente. Ele confirmou, ainda, que o garoto fazia parte de uma facção criminosa.

Corpos aguardam necropsia e identificação.