Aeronave que não poderia estar voando, faz pouso forçado ao lado da...

Aeronave que não poderia estar voando, faz pouso forçado ao lado da BR-158

COMPARTILHAR
Aeronave sofreu danos de monta.

A polícia de Cassilândia/Paranaíva deve acionar ainda hoje a Polícia Federal em Três Lagoas ou Campo Grande, na tentativa de esclarecer o pouso forçado da aeronave Bonanza matrícula PT-DJC, na margem da BR-158, região do distrito do Raimundo em Paranaíba. O pouso ocorreu no final da manhã e ninguém foi encontrado no local ou as autoridades acionadas.

Ao levantar a origem da aeronave, a polícia constatou que está cadastrada junto a ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil – em nome de Waldo Alfredo da Costa, de Mato Grosso do Sul sendo ele o operador. De acordo com o que consta na ANAC, a aeronave não poderia estar operando (voando) pois está interditada e com todas as licenças e inspeções vencidas.

A origem e destino ainda são desconhecidos e deve ser apurado pela Polícia Federal. Também começou ser investigado junto à ANAC as razões do avião ter sido interditado e quando. No pouso forçado, aparentemente não houve vítimas como também não ocorreu incêndio, sendo possível que o piloto tenha enfrentado uma pane seca (falta de combustível). A aeronave sofreu grande avaria a partir da hélice, carenagem e motor além de trem de pouso.